Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Cortiça em destaque em The Hothouse no London Design Festival 2020

Londres 15/9/2020

The Hothouse, um projeto do atelier de arquitetura britânico Studio Weave, é uma estufa contemporânea de inspiração Vitoriana, onde a cortiça é utilizada pelas suas características técnicas e as suas credenciais de sustentabilidade. Objetivo é chamar a atenção para os efeitos das alterações climáticas.

A estrutura da instalação temporária, situada na zona de Stratford, em Londres, inspira-se nas estufas de vidro da época Vitoriana. No seu interior, o pavimento de cortiça, desenvolvido pela Amorim, é a base para os jardins desenhados pelo paisagista Tom Massey, que neste projeto trouxe até Londres um conjunto de plantas comestíveis e exóticas, oriundas dos quatro cantos do mundo.

Para esta estufa contemporânea, o LDF e o Studio Weave selecionaram as soluções de cortiça Amorim pela sua adequabilidade ao projeto e pelas suas credenciais de sustentabilidade. A partir de cortiça expandida proveniente da Amorim Cork Insulation, a Amorim Cork Composites desenvolveu um aglomerado que, pelas suas características técnicas e visuais, respondia exemplarmente aos requisitos do projeto. A Amorim Cork Composites forneceu apoio e aconselhamento técnico e produziu as peças desenhadas pelo Studio Weave, nas condições e acabamentos específicos indicados pelos projetistas.

The Hothouse é um dos projetos de referência da edição deste ano do London Design Festival. Esta instalação temporária ficará no local durante um ano, testemunhando as variações e a evolução das plantas ao longo das estações, e cumprindo o seu papel educativo e inspirador. Evidenciando a possibilidade de criar ambientes e condições favoráveis à cultura de plantas, o objetivo de The Hothouse é alertar para os efeitos das alterações climáticas, apontando para caminhos possíveis para contornar o problema.

Não é a primeira vez que a Corticeira Amorim colabora com o London Design Festival, desenvolvendo projectos que destacam as mais-valias e o potencial da cortiça no campo do design. Neste âmbito, destaca-se a utilização de pavimentos em cortiça no museu Victoria & Albert de Londres, um projeto concebido pelo estúdio FAT para o LDF, em 2013.